sexta-feira, 5 de julho de 2013

Fadiga Crônica

A fadiga crônica afeta o sistema de imunidade e o cérebro. Os principais sintomas da doença são: cansaço permanente, juntas doloridas e falta de memória. A pessoa que tem fadiga crônica geralmente deve planejar diminuir suas atividades, identificar as situações que a afetam negativamente no seu dia a dia e repensar seus objetivos de vida, estabelecendo prioridades. Para diagnosticar a fadiga crônica os sintomas mais comuns são febre, problemas de garganta e nódulos linfáticos, acompanhados de fadiga severa pelo menos pelo período de três meses. A evolução da doença é imprevisível. Às vezes, desaparece em pouco mais de seis meses, mas pode durar anos ou persistir pelo resto da vida. A ignorância em relação às causas da síndrome, explica a  inexistência de tratamentos específicos para seus portadores. Mudanças de estilo de vida podem ser úteis. Os especialistas recomendam uma dieta equilibrada, uso moderado de álcool, exercícios regulares de acordo com a disposição física e a manutenção do equilíbrio emocional para gerenciar o stress.

Nenhum comentário:

Postar um comentário