sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Música para acalmar a alma


Foto: Christy Thompson/Freeimages

Classificar a música como entretenimento ou arte fica muito aquém de seu verdadeiro potencial. Ela é capaz de nos tocar profundamente e desempenha um papel importante em nosso crescimento emocional e espiritual. A música pode nos levar para outro universo.

Ela atua em diversos níveis: relaxa, acalma e ajuda a diminuir o stress, estimulando o cérebro a produzir endorfinas, as substâncias que promovem a sensação de bem-estar. Também melhora a concentração e facilita a comunicação e a integração social. Por meio de técnicas específicas, pode auxiliar na recuperação e no desenvolvimento da capacidade motora e sensorial de deficientes físicos e mentais.

A música pode também ter um caráter terapêutico para certos pacientes, apesar de não restabelecer a saúde propriamente dita. Hoje, em vez de prescrever para os doentes com dificuldades respiratórias exercícios com aparelhos, alguns terapeutas sugerem que eles aprendam a tocar um instrumento de sopro, como o clarinete.

No Universo, tudo é energia, vibração, como as notas musicais, que afetam os corpos físicos. Esse é o caso das moléculas, por exemplo. Depois de tomar um banho quente, a sensação de calor perdura porque as moléculas do corpo continuam vibrando. A música tem efeito similar. Ela reverbera no corpo e atinge a alma.