sexta-feira, 4 de maio de 2012

Assertividade: a chave para o equilíbrio

Será que sabemos realmente o que significa assertividade? O significado desta palavra pode assumir diversas acepções. Segundo o dicionário da língua portuguesa, ela remete a afirmações, asserções. Na psicologia, significa afirmar seu eu. Em comunicação, é um ingrediente que define um estilo de se comunicar com foco, clareza, objetividade, honestidade e transparência. 

O conceito final é que ser assertivo é expressar, sem constrangimento e sem rodeios, seus sentimentos, opiniões e necessidades e, ainda, escutar ativamente os sentimentos, opiniões e necessidades do outro, assumindo a responsabilidade pelas suas próprias escolhas na vida, ou seja, nunca culpar o outro e situações pelos eventos que acontecem em sua vida.

Uma pessoa assertiva é bem-resolvida, não acumula sentimentos e emoções negativas (raiva, tristeza, medo, frustrações, ansiedade e angústia) estimuladoras de pressão alta, diabete, intestino irritável, úlceras estomacais, dores musculares e dores de cabeça, entre outras doenças. 

No ambiente corporativo, a assertividade melhora a qualidade das relações porque os profissionais focam a solução dos problemas e não ficam buscando culpados. A assertividade  neutraliza o stress desnecessário do cotidiano, além disso, ganha-se tempo pois não existe procrastinação e os problemas são resolvidos definitivamente, o que agiliza os processos e melhora a produtividade.

O stress afeta diretamente o emocional das pessoas. A assertividade ajuda a zerar os débitos emocionais, conferindo sensação de liberdade emocional. Com isso, a mente fica livre para ter bons pensamentos, o que impactará num olhar mais real e positivo das situações e relacionamentos, já que o stress depende do olhar que a pessoa dá aos eventos da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário